terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Uma cidade, duas realidades


No último dia 17 de janeiro, aqui em Catingueira, pude presenciar em um só cenário duas realidades antagônicas. Primeiro, descrevo o orgulho que senti  diante do projeto “ Prefeitura em Ação”, com a Tenda da Cidadania que deu um bom exemplo de como deve ser a relação instituição pública com o seu cliente, ou seja, com o povo. A interatividade dos serviços, mostrou a todos que o serviço público pode funcionar com agilidade e dinâmica e a burocracia surge conforme as formalidades sobrepõem-se ao interesse popular. Em outro momento, exponho minha indignação diante de cidadãos do mesmo município sendo prejudicados pela falta de interesse do mesmo gestor municipal em quitar os salários atrasados dos que fazem a limpeza urbana da cidade.
Deparei-me, então, com um confronto de opiniões e de sentimentos opostos. Pois, a Tenda da Cidadania abrilhantava a festa do nosso padroeiro, proporcionando socialização e interatividade das políticas públicas e quero aqui deixar meu agradecimento, como cidadã, aos organizadores do projeto, principalmente ao senhor Lindeílton Leite, secretário de Ação Social e estendo minhas congratulações ao prefeito Edvan Félix por ter viabilizado a realização desta festividade sócio-cultural.
Entretanto, tenho que deixar aqui a minha discordância diante da falta de humanidade e de responsabilidade do mesmo gestor em deixar pais e mães de famílias sofrendo com o desprovimento de alimentos nas suas mesas. Enquanto, fazia-me participante e orgulhosa daquele evento que só engrandecia nossas festividades, meus amigos e irmãos que me prestavam relevantes serviços de limpeza pública,  faziam-me ciência da situação constrangedora que estavam vivendo em decorrência de três meses de atraso em seus salários.
Contudo, agradeço ao senhor prefeito por ter tido a ombridade de quitar, no final daquele dia, um mês do débito que tinha com cada um daqueles humildes cidadãos  catingueirenses.  Sei que atitude foi pequena diante do tamanho da dívida. Mas, reconheço o seu esforço e continuo apelando para o reconhecimento da cidadania de todos e para isso deve-se ter o devido respeito com o funcionalismo público municipal.

 
Vereadora eo Pe. Fabrício

Vereadora medindo a pressão arterial com a Fisioterapeuta Samara







Vereadora com D. Trezinha Valdevino

Pe. Fabrício verificando a glicemia

Vereadora com João do Òleo e sua filha Marli

Vereadora com Tony e seu tio Sebastião Oliveira, representando o Sindicato dos trabalhadores Rurais

Vereadora e Sílvia, cabeleireira que prestava serviços no evento

Vereadora e Judivan , agente de saúde

Vereadora participando da tenda das manicures

Veredora com Nenezinho Pereira, diretor de cultura, e a pedagoga Duduca

Um comentário:

  1. Um dia bastante interativo!
    Beijos no coração...e um otimo dia!

    ResponderExcluir